Mistura de temperos (Estadão, caderno Paladar 10/02/11)

Ainda no mundo dos temperos, mês passado, li no caderno Paladar do Estadão uma reportagem que também falou sobre este encantador universo.

Adorei a reportagem e para complementar o post anterior, decidi compartilhar as 10 misturas de temperos publicadas.

As misturas de especiarias fazem mais que conferir sabor aos pratos. Elas são parte indissociável da identidade culinária de um povo. Seus aromas e sabores caracterizam estilos e tradições gastronômicas.

O ensopado indiano não existe sem o curry ou as masalas. E não há cuscuz capaz de conferir sotaque marroquino ao cordeiro preparado sem uma generosa porção de ras-el-hanout. Nem alma na comida mexicana feita sem o recado rojo.

Quando o assunto é tempero, você vai ver que a companhia faz toda a diferença. Pense no cominho, por exemplo – aromático, ligeiramente picante com um toque de amargor. Ele assume seu lado cajun combinado com páprica, chiles e sementes de coentro. Mas vira mexicano ao lado de pimenta-da-jamaica, urucum, cravo e suco de laranja. Dependendo dos parceiros, ele se torna marroquino, etíope ou indiano. A pimenta-do-reino preta também integra temperos típicos de diferentes lugares. Noz-moscada é outra presença constante.

Nem toda combinação de temperos deve ser empregada da mesma forma. A maioria é usada em marinadas e no início do cozimento, mas algumas, entre elas as ervas da Provença e as cinco especiarias chinesas, também servem para finalizar pratos.

“O ras-el-hanout deve ser empregado no início do cozimento para que os sabores de cada especiaria penetrem nos ingredientes”, ensina o cozinheiro marroquino Mohammed El Mehdi Annassiq.

Faça como os indianos, etíopes, franceses e chineses: escolha a receita, prepare o almofariz e divirta-se entre as pitadas e as piladas.

CAJUN SPICE MIX
Origem: Estados Unidos
Como fazer: moa e misture bem 1/4 de xícara de chile em pó; 1/4 de xícara de páprica; 1/3 xícara de sal; 1 colher (sopa) de pimenta-do-reino preta; 1 colher (sopa) de manjericão desidratado; 1 colher (sopa) de cebola em pó; 1 colher (sopa) de coentro em grão; 1/2 colher (chá) de pimenta caiena; 2 colheres (chá) de tomilho seco; 1/4 de colher (chá) de cominho e 1/4 de colher (chá) de pimenta-do-reino branca
Use em: carnes assadas (porco, vaca e frango), sopas, molhos e massas

RECADO ROJO
Origem: México
Como fazer: moa 9 cabeças de alho; 1 pauzinho de canela; 12 pimentas-da-jamaica; 9 colheres (sopa) de urucum; 1 colher (chá) de cominho; 1/2 colher (chá) de cravo; 50g de chile seco. Acrescente suco de 1 laranja azeda (pode ser substituída por suco de laranja-pera e suco de limão em partes iguais) e sal a gosto.
Use em: carnes assadas, sopas e para marinar peixes de sabor potente, como a garoupa

ZAHTAR
Origem: Oriente Médio
Como fazer: toste 4 colheres (sopa) de gergelim e misture com 2 colheres (sopa) de sumagre e 2 colheres (sopa) de tomilho seco
Use em: marinadas, carnes e no topo de pães

PUDDING SPICE MIX
Origem: Inglaterra
Como fazer: moa e misture bem 2 colheres (sopa) de pimenta-da-jamaica; 2 pauzinhos de canela; 2 colheres (chá) de cravo; 2 colheres (chá) de noz-moscada ralada; 2 colheres (chá) de gengibre moído; 1 colher (chá) de sementes de cardamomo; 1 colher (chá) de coentro em grão
Use em: bolos, pudins, biscoitos e pães

BERBERE
Origem: Etiópia
Como fazer: em uma frigideira toste levemente 2 colheres (chá) de semente de cominho; 4 cravos; 3/4 de colher (chá) de semente de cardamomo; 1/2 colher (chá) de pimenta-do-reino em grãos; 1 colher (chá) de feno-grego. Deixe esfriar e moa junto com 1/2 colher (chá) de semente de coentro; 8 chiles pequenos e secos; 1/2 colher (chá) de gengibre ralado; 1/4 de colher (chá) de cúrcuma; 1 colher (chá) de sal; 2 e 1/2 colheres (chá) de páprica; 1/4 de colher (chá) de pimenta-da-jamaica; 1/8 de colher (chá) de canela moída e 1/8 de colher (chá) de cravo Use em: vegetais, frango ensopado e arroz

CINCO ESPECIARIAS CHINESAS
Origem: China
Como fazer: triture e misture bem 1 colher (chá) de pimenta sichuan; 1 colher (chá) de anis-estrelado; 1/4 de colher (chá) de semente de erva-doce; 1/2 colher (chá) de cravo; 1/2 colher (chá) de canela moída; 1/2 colher (chá) de sal; 1/4 de colher (chá) de pimenta-do-reino
Use em: carnes gordurosas, como porco e pato. Também vai bem em vegetais e frutos do mar

RAS-EL-HANOUT
Origem: Marrocos
Como fazer: rale 2 nozes-moscadas inteiras e moa com 5 botões de rosa seca; 6 paus de canela; 2 colheres (sopa) de cominho; 12 pimentas da Jamaica; 6 lâminas de macis; 4 colheres (sopa) de cúrcuma; 1 colher (sopa) de semente de anis; 2 colheres (sopa) de pimenta caiena; 1 colher (sopa) de pimenta-do-reino branca; 1/2 colher (chá) de lavanda; 2 colheres (sopa) de pedaços de gengibre; 1 pedaço de galanga; 3 cravos e 10 sementes de cardamomo. Peneire
Use em: peixes, frango, cordeiro e legumes. Para peixes, acrescente à mistura mais ervas secas e um cítrico, como casca de limão. Se for usar em carne de frango ou carneiro, faça uma mistura mais adocicada (com um pouco mais de canela e pimenta-da-jamaica)

BARBECUE SPICE MIX
Origem: Estados Unidos
Como fazer: pile 1 colher (chá) de semente de coentro; 1/2 colher (chá) de pimenta-do-reino preta em grãos e misture com 2 colheres (sopa) de páprica; 1/2 colher (chá) de garam masala; 1 colher (sopa) de mostarda; 1 colher (sopa) de chile em pó; 1 colher (chá) de açúcar mascavo e 1/2 colher (chá) de tomilho seco
Use em: carnes e peixes assados – especialmente quando preparados na churrasqueira

GARAM MASALA
Origem: Índia
Como fazer: ponha numa frigideira e mexa para tostar levemente em fogo médio, tomando cuidado para não queimar 2 colheres (sopa) de semente de cominho; 2 colheres (sopa) de semente de coentro: 2 colheres (sopa) de semente de cardamomo; 2 colheres (sopa) de pimenta-do-reino preta; 1 rama de canela em pedaços;1 colher (chá) de noz-moscada ralada e 1/2 colher (chá) de açafrão. Espere esfriar e moa. Acrescente a noz-moscada e o açafrão
Use em: ensopados de carne de vaca e frango e pakoras (empanados) de legumes

ERVAS DA PROVENÇA
Origem: França
Como fazer: misture partes iguais de orégano, manjericão, segurelha, tomilho, alecrim e manjerona desidratados
Use em: legumes assados, pizzas, omeletes e ensopados

Leia reportagem completa aqui: “Entre pitadas e piladas” (10/02/11)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s