Minhas impressões da comida indiana

Não fomos em nenhum restaurante ocidental ou fast food, na Índia, logo experimentamos muito da comida local, por lá.

Não conseguirei descrever todos os pratos, alguns lembro os nomes que coloco aqui.

No geral, para meu paladar nada acostumado com essa gastronomia, relato que o gosto de curry é predominante em todos eles, o que me fazia concluir (erroneamente) que todos eram muito similares.

Notei que, por lá, come-se muitos ensopados de legumes. Alguns poucos contém frango, outros queijo de soja ou bolinhos fritos. Notamos que na cultura indiana, a aparência dos pratos não é dos itens mais importantes, todos tem uma certa semelhança, inclusive na tonalidade da cor (os japoneses e franceses, com seu capricho na estética, devem morrer com as apresentações indianas), mas aparência a parte, a verdade é que se come bem por lá.

O ensopado Sambar estava presente em todas as refeições (inclusive nos cafés da manhã). Era leve, condimentado e servido com bolinhos (as vezes Vada – um bolinho batata ou Idli, um bolinho de legumes).

Assim como comemos feijão todos os dias, lá eles comem muita lentilha (DAL) e por isso todos os dias também encontrávamos os ensopados Dal Tadka, que ora eram com curry amarelo outras vezes com outros temperos.

Massala é um termo indiano, genérico, para descrever a mistura de várias ervas e aqui o Murg Khada era um ensopado de frango e o Paneer, de um típico queijo daqui (com textura leve mas borrachuda).

Ensopados 2

ensopados

Os pratos eram servidos, em sua maioria com arroz de açafrão ou pão – neste caso, comíamos com a mão, pegando um pedaço de pão e um pouco do ensopado ou pasta, no pão.

Os pães, de uma forma bastante míope, também eram parecidos. Todos eram de farinha, achatados. Alguns tinham recheio e eram mais comuns no café da manhã (como os Parathas de ghee, de batata (allo) ou couve flor), outros como o Roti e o Naan, servidos na refeição principal. Eu adorei os pães e me enfartava deles, principalmente o Garlic Naan (pão de alho). A textura é mais pesada que panqueca e mais elástica que pão sírio, o sensacional é que são servidos quentes (recém saidos do forno).

paes

Notamos também que muitos eram os bolinhos fritos. Tinha de lentilha, recheados e só temperados. Eram secos mas saborosos. Em uma descrição pobre eu diria que lembrava muito os bolinhos de chuva brasileiros e no caso da Pakoda ou Pakora, o tempurá japonês.

Bolinhos Indianos

Retratarei em outros posts, pratos específicos. A intenção aqui foi só trazer uma perspectiva bastante geral sobre essa culinária, cheia de aromas, temperos e sabores, vista por alguém que pouco conhecia tal gastronomia mas que foi aberta a experimentar tal explosão de sabor.

🙂 Eli

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s